FRENTE BRASIL POPULAR > Imprensa > Destaques > Defesa: sentença ignora evidências esmagadoras de inocência

Defesa: sentença ignora evidências esmagadoras de inocência

Cristiano e Valeska Zanin Martins afirmaram, em nota, que condenação de Lula por juiz Sérgio Moro foi politicamente motivada e envergonhou país

Os advogados de Lula reforçaram a inocência do ex-presidente. Para Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Zanin Martins, Lula tem sido objeto de uma investigação politicamente motivada. Em nota, afirmam que o julgamento envergonhou o país ao ignorar evidências esmagadoras de inocência, violando direitos humanos e o processo legal.

“O presidente Lula tem sido vítima do lawfare, o uso da lei para fins políticos, famoso método foi usado com efeitos brutais em diversas ditaduras ao longo da história”, ressaltou o texto. “O julgamento prova o que argumentamos o tempo todo: que o juiz Moro e a equipe do Ministério Público na Lava Jato foram conduzidos pela política e não pela lei”.

Veja abaixo: